Histórico do evento

O Simpósio Internacional de Linguística Funcional (SILF) foi desenvolvido com o objetivo de propiciar um espaço para a divulgação de pesquisas e, principalmente, para a reflexão e discussão conjunta sobre diferentes objetos de pesquisa, particularmente os problemas de análise, as perspectivas teóricas funcionalistas e suas metodologias de trabalho.

A primeira versão do SILF foi realizada em 2011 na UFMS – Câmpus de Três Lagoas/MS. O evento contribuiu para a consolidação da pesquisa nas áreas de estudos linguísticos no cenário sul-mato-grossense, com vistas à valorização do acervo linguístico (que inclui a língua portuguesa, o português falado pelos indígenas, as línguas indígenas, as línguas de contato das áreas fronteiriças do Mato Grosso do Sul e os quilombolas) do estado e do Brasil.

A segunda versão do evento foi realizada em 2013 na UFSCAR, em São Carlos/SP. O II SILF abordou, especificamente, a questão da interface entre morfossintaxe, semântica e pragmática na descrição e análise da linguística, partindo do princípio de que o significado, em um sentido amplo, é codificado em línguas através de níveis/camadas/padrões que caracterizam as teorias funcionalistas em geral.

A terceira versão do SILF foi realizada em 2015 na UFF, em Niterói/RJ. Chancelado pelas duas maiores instituições de ensino superior público do país  a Universidade Federal Fluminense (UFF) e a Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), o III SILF propiciou um espaço para a divulgação de pesquisas e, principalmente, para a reflexão e discussão conjunta acerca de questões teórico-metodológicas que circundam os chamados Modelos Centrados no Uso, resultantes do franco diálogo entre as correntes funcionalistas e a Linguística Cognitiva.